Cuidados, Gestação

Como montar a mala de maternidade

mala maternidade
Toda a gestação é marcada por grandes emoções, porém a mais transformadora acontece de fato na maternidade, quando mãe e filho se encontram pela primeira vez. E todo cuidado é pouco para que nada atrapalhe os momentos que precedem esse grande encontro.

O item muito importante para encarar a “visita” ao hospital é a mala de maternidade, com as roupas e produtos de higiene para os primeiros dias da mãe e do bebê. Para evitar surpresas, o ideal é deixar a mala pronta a partir do sexto mês de gestação.

O prazo de três meses parece excessivo, mas é necessário, caso o bebê chegue antes da data prevista. A gerente de contas Fabiana Ferreira, 31 anos, deu à luz Pedro em 2009. Precavida, ela começou a preparar a mala ainda no quinto mês e se surpreendeu com um parto prematuro, na 33ª semana.

“Minha mãe pegou no meu pé para que eu deixasse a mala pronta com bastante antecedência. Achei exagero, mas resolvi escutar a voz da sabedoria e fui arrumando aos poucos. Fiz e desfiz a mala umas 500 vezes. A cada nova compra decidia trocar as roupinhas do bebê. Mas foi ótimo, porque o Pedro resolveu nascer quatro semanas antes do previsto e tivemos que sair correndo para o hospital”, lembra-se.

Na correria, Fabiana só esqueceu de levar as lembrancinhas da maternidade, justamente o que ainda não tinha sido colocado na mala. “No momento do desespero, foi bom ter tudo pronto e à mão”, comenta.

Montando a mala

Viviane Paulucci, consultora especializada em maternidade, da Baby Planners, recomenda que a mala contenha um mínimo de 6 trocas de roupa para o bebê. Para facilitar a organização das peças, os conjuntinhos devem ser separados em envelopes plásticos ou de tecidos como tule e organza.

“Numere os saquinhos com base na ordem que deseja que as roupas sejam usadas e separe um com a roupa que o bebê deve usar para deixar a maternidade. Parece frescura, mas para quem está curtindo esse momento, é muito importante que tudo saia conforme o planejado”, explica a consultora.

Ao escolher os primeiros looks do bebê, tenha em mente que conforto deve ser prioridade. “É importante lembrar que, após o nascimento, a criança não deve ser toda ‘emperiquitada’. Deixe grandes laços, faixas e chapéus extravagantes para quando ela estiver maiorzinha. Prefira vestir o bebê com peças bonitas, mas bem confortáveis”, salienta.

Além das peças de roupas, a bolsa deve conter ainda as lembrancinhas que serão entregues às visitas, o enfeite da porta do quarto e uma câmera fotográfica com bateria ou pilhas carregadas – já que as fotos são fundamentais nesse momento.

A especialista aconselha também que a mãe se informe na maternidade e no convênio sobre quais itens o hospital cobre e se ela deve levar algum material à parte, como fraldas, protetores absorventes e pomadas para os seios.

Para facilitar o preparo das malas, pedimos ajuda à expert e montamos um checklistdo que é preciso levar para a maternidade – tanto para a mamãe quanto para o bebê. Tome nota!

Para a mãe:

  • 3 camisolas ou pijamas com abertura frontal
  • 1 hobby ou roupão
  • 1 par de chinelos
  • 3 sutiãs de amamentação
  • 5 calcinhas confortáveis
  • 2 pares de meias
  • Kit maquiagem
  • Itens de higiene pessoal: xampu, sabonete, creme dental, escova de dentes e de cabelos, absorventes
  • Conchas e absorventes para os seios
  • Uma troca de roupa para a saída do hospital

Para o bebê:

  • 6 macacões tamanho RN ou P
  • 6 bodies de manga longa
  • 6 culotes (calças com pé)
  • 2 ou 3 mantas
  • 2 casaquinhos
  • 6 pares de meias
  • 4 fraldas de tecido
  • 6 paninhos de boca
  • 1 touca (se estiver frio)
  • 1 par de luvas (para o bebê não se machucar)

Documentação e outros itens:

  • Carteira do plano de saúde
  • Cartão de pré-natal do médico ou carta do médico com informações do pré-natal
  • Documentos pessoais
  • Lista com os telefones das pessoas a serem avisadas
  • Cadeirinha do carro
  • Máquina fotográfica e filmadora com baterias carregadas
  • Lembrancinhas para as visitas
  • Enfeite de porta da maternidade

E não se esqueça…

– Antes de começar a fazer a mala, é importante lavar todas as roupinhas do bebê com sabão neutro, sem usar amaciante (mais dicas aqui). Retire também as etiquetas, alfinetes e outros detalhes que possam machucar ou incomodar o recém-nascido.

– Todas as camisolas e pijamas da mãe devem ter abertura para amamentação.

–  Tanto para a mãe quanto para o bebê, prefira roupas com poucos botões e fáceis de vestir.

– Até as mães menos vaidosas vão querer receber as visitas e sair nas fotos com uma boa aparência. Para isso, não se esqueça de incluir na mala um nécessaire com itens de maquiagem. Você não precisa levar todo o seu arsenal de produtos de beleza, mas não abra mão de um bom hidratante para o rosto, um batom e um blush para dar aquele ar corado.

(Foto: Getty Images)
Fonte: http://disneybabble.uol.com.br/br/beb%C3%AAs/checklist-da-gestante-como-montar-mala-de-maternidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *