Uncategorized

Seu filho faz birra?

birra

Muitos acreditam que é um problema de personalidade da criança, que ela é assim por ter um gênio forte, que sempre foi determinada, exigente. Tem pais que até acham que este tipo de atitude é porque a criança sabe o que quer, por isso exige.

Doce ilusão…

Comportamento

O que eu percebo é que a criança da atualidade está muito mais solta, sem limites, fazendo o que quer e do jeito que quer e sabe. Isto significa de alguma forma que a educação está em defasagem, muito diferente e mais flexível, os pais estão frágeis e dominados pelos filhos.

A criança é que define o que quer comer, onde quer sentar, o que quer vestir ou calçar e como o pai tem que agir, determina o que quer assistir na televisão, qual a música que quer escutar no rádio do carro assim por diante. Exige tudo e mais um pouco.

A liberdade de ação foi oferecida pelos pais, por motivos diversos e diferentes. Eles se sentiram obrigados a agirem desta forma; na via contraria da educação que deveria ser estabelecida.

Deixar os filhos escolherem coisas que deveriam ser impostas e determinadas pelos pais, facilitou a imposição da criança de forma exagerada e desencadeou as birras. A criança cresceu e o pai diminuiu, regrediu.

Desejos não são direitos como diz Mario Sergio Cortella, a responsabilidade da educação pertence aos pais, que tem para si a autoridade que lhe é natural, é preciso e necessário que os pais, saibam conduzir e exigir da criança educação. Se os filhos manipulam os pais, o que será do futuro desta criança, como ela vai agir em sociedade, o que ela poderá fazer para conquistar os seus desejos?

Que sentimentos estão sendo estimulados de forma inadequada?

Com certeza, como dois mais dois são quatro, posso dizer e afirmar que estas crianças no futuro, vão de alguma forma exigir mais e faltar com o respeito para com as pessoas, isso porque vão entender que tudo podem, que têm direitos, quando desejam e querem alguma coisa.

Os pais estão de alguma forma validando o significado da palavra PODER. Estas crianças vão sentir-se frustradas quando não conseguirem o que querem.

Agindo da forma que estão agindo, sentem-se poderosos, e quando não conseguem, as coisas não acontecem, vão sentir-se insatisfeitos, ansiosos, deprimidos, impotentes e com baixa autoestima.

Vão apresentar comportamentos inadequados se não forem corrigidos e educados ainda quando crianças. Em casa quem manda são os pais e quem obedece são os filhos.

birra bebe

Um exemplo claro e social do que estou falando, é o comportamento que o aluno apresenta quando o professor exige alguma coisa dele; como por exemplo sua lição.

O relacionamento entre professor e aluno ficou muito prejudicado na atualidade, inverteu-se os valores, o aluno se acha no direito de mandar mais que o professor, este é obrigado a obedecer, se não quiser ser agredido, se não quiser ser mandado embora da escola.

Aí eu vejo muitas interferências no movimento deste relacionamento. Os jovens ficam revoltados, porque precisam obedecer ao professor e partem para agressão verbal e física.

Precisamos parar e pensar o que está errado, ressignificar os valores, porque direitos e deveres devem ser bem definidos e estabelecidos pelos pais. Está mais que na hora de cada um assumir o seu papel, fazer o que precisa ser feito, ensinar e educar os filhos viverem em sociedade, onde os limites e as regras sociais precisam ser respeitados.

A criança precisa da proteção e da orientação, ainda é muito pequena para assumir responsabilidades sobre suas atitudes. Primeiro precisa aprender para depois exigir.

Beijos no coração,

Clélia Marília Heusser Azeredo
Fonte: http://blog.repipiu.com.br/quando-a-birra-acontece/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *